Enxaqueca: saiba quais alimentos e bebidas pioram as crises

Você já se perguntou por que algumas crises de enxaqueca parecem surgir do nada? Bem, pode não ser tão sem motivo assim. Especialistas apontam que certos alimentos e bebidas podem ser os vilões por trás dessas dores debilitantes. Vamos mergulhar juntos nesse tema e descobrir quais são esses gatilhos, para que você possa evitar as crises e manter a enxaqueca sob controle.

Especialista comenta quais alimentos e bebidas desencadeiam crises de enxaqueca

Existem mais de 150 tipos de dores de cabeça, sendo a enxaqueca (migrânea) uma delas e a mais prevalente na sociedade mundial. Trata-se de uma doença neurovascular, causada por desequilíbrio químico no sistema nervoso central. Caracteriza-se como dor latejante em apenas um dos lados da cabeça, cuja frequência varia desde episódios bem espaçados a várias vezes ao mês, com crises que duram até 72 horas. Há um tipo de migrânea que não causa dor, suas principais características são vertigem, tontura e desequilíbrio.

Janaina Schier, coordenadora e professora do curso de Nutrição da Faculdade Anhanguera, comenta que a enxaqueca possui quatro principais fases: pródromo (premonitória), aura, crise, pósdromo, respectivamente nessa ordem, mas nem todas as pessoas passam por todas.

A doença separa-se em dois subtipos: sem aura (75% dos casos) e com aura (25%). A enxaqueca sem aura é a dor unilateral, com intensidade moderada ou grave, podendo aumentar com atividade física de rotina. O indivíduo sente náuseas, fotofobia (intolerância a luz), desconforto a sons e odores fortes, além de ter transtornos gástricos.

O incômodo com aura está relacionado a sintomas neurológicos focais transitórios, os quais antecipam ou acompanham a cefaleia. A aura é um aviso fisiológico que acomete a visão ou outros sentidos. Já os sintomas neurológicos da doença surgem unicamente em um lado do corpo ou do campo visual, pode acometer a fala, ser sensorial ou motor.

“Ainda são desconhecidas as causas exatas da enxaqueca, contudo sabe-se que existem gatilhos para ativá-la, como estresse, jejum prolongado, tabagismo, exposição a ruídos e luzes intensos, uso exagerado de medicamentos, odores muito fortes, hormônios (principalmente nas mulheres), mudanças climáticas, bebidas e alimentos, entre outros”, explica a nutricionista.

A nutricionista esclarece que cada organismo tem sensibilidade diferente aos alimentos, por isso é importante avaliação nutricional para determinar quais causam efeitos indesejáveis em cada pessoa. O café, por exemplo, consumido de forma moderada é saudável, mas em uma crise de enxaqueca, pode piorar a dor em organismos mais sensíveis aos nutrientes. Quem toma a bebida com frequência e interrompe bruscamente o consumo, sem realizar desmame, pode ativar uma crise. “Privar o indivíduo que tem a doença de todos os alimentos os quais é adepto e que possivelmente causam dor não resolve o problema, além de causar escassez nutricional”, comenta.

Entre as bebidas que mais ocasionam dor estão o vinho tinto, a aguardente e a cerveja. No grupo dos alimentos estão os queijos maturados, carne de porco, chocolate, derivados do leite e até mesmo as frutas cítricas, porque contêm aminas vasoativas: octopamina, fenilalanima e tiramina. Os aditivos alimentares que ativam a enxaqueca são o aspartame, o glutamato monossódico e o nitrato de sódio e diversos corantes. A ingestão de alimentos enlatados e em conserva são gatilhos para a migrânea.

A coordenadora ressalta a importância de manter a alimentação saudável o tempo todo e não apenas durante a enxaqueca. Após a crise cessar, acontece a fase pósdromo, mesmo sem dor o indivíduo não tem energia para se dedicar às atividades, principalmente as intelectuais, pois a etapa é semelhante à pródromo em que a fadiga está presente. “Para reduzir a frequência das crises, beba água, mude os hábitos alimentares, consuma alimentos menos processados e que não contenham gordura saturada, controle o estresse e mantenha o sono em dia”, recomenda Schier.

Alimentos e Bebidas que Desencadeiam Enxaqueca: O Que Evitar para Prevenir Crises

A enxaqueca, uma condição neurovascular prevalente, pode ser desencadeada ou agravada por diversos fatores, incluindo a ingestão de certos alimentos e bebidas. Especialistas identificam que substâncias como aminas vasoativas presentes em queijos maturados, carne de porco, chocolate, derivados do leite, frutas cítricas, além de aditivos alimentares como aspartame, glutamato monossódico, e nitrato de sódio, podem piorar as crises. Bebidas como vinho tinto, aguardente e cerveja também estão na lista de gatilhos. A nutricionista Janaina Schier enfatiza a importância de uma alimentação saudável e personalizada, além de hábitos de vida saudáveis, como controle do estresse e sono adequado, para reduzir a frequência das crises de enxaqueca.

Quais são os principais gatilhos alimentares para crises de enxaqueca?
Queijos maturados, carne de porco, chocolate, derivados do leite, frutas cítricas, além de aditivos como aspartame, glutamato monossódico, e nitrato de sódio.

Bebidas alcoólicas podem desencadear enxaqueca?
Sim, especialmente vinho tinto, aguardente e cerveja.

A enxaqueca tem cura?
A enxaqueca é uma condição crônica sem cura conhecida, mas pode ser gerenciada com mudanças na dieta e estilo de vida.

Como o café afeta a enxaqueca?
O café pode piorar a dor em pessoas sensíveis durante uma crise, mas a interrupção brusca do consumo também pode desencadear enxaqueca.

Quais hábitos podem ajudar a reduzir a frequência das crises de enxaqueca?
Beber água, manter uma alimentação saudável, controlar o estresse e garantir um sono adequado são recomendados para reduzir as crises.

Espero que tenha gostado do conteúdo: Enxaqueca: saiba quais alimentos e bebidas pioram as crises

Em Beleza e Saúde temos diversos outros artigos bem interessantes, tenho certeza que irá gostar.

Obrigado por visitar nosso portal COLORPLUSCITY Online que aborda editorias importantes em 2024, de forma segura e responsável trazendo para você conteúdos de extrema qualidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 2 =

Go up